Conjunto Nacional não paga periculosidade e demite funcionários como vingança


charge 3

O Shopping Conjunto Nacional (salista) demitiu,na última semana, como forma de repressão, 36 funcionários do condomínio.

As demissões ocorreram como retaliação devido ao Seicon-DF ter entrado com uma ação no Ministério Público do Trabalho, em novembro de 2014, contra o condomínio pela falta do pagamento de 30 % de periculosidade aos funcionários, regulamentado pela Lei 12.470/2011.

A ação resultou em um processo do MP(1228/2015) contra o estabelecimento. O processo, que segue na 20ª Vara do Trabalho, está em fase de conhecimento e sua audiência já foi marcada.Neste mesmo processo,além do valor da periculosidade, o MP e o sindicato pedem R$ 500 mil de indenização por danos morais aos funcionários.

Comentários

  • Total Score 0%
User rating: 0.00% ( 0
votes )



Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>